Jejum Intermitente – Quais São os Tipos Mais Comuns?

O jejum intermitente é feito com o intuito de levar o corpo a gastar o seu estoque de gordura. Para isso, são seguidos alguns protocolos, sendo que, em cada um deles, é determinada uma determinada quantidade de horas.

O protocolo ideal para cada pessoa deve ser definido por um especialista. Por isso, antes de começar a fazer o jejum intermitente, é fundamental procurar um nutricionista, um nutrólogo ou endocrinologista, para que ele possa solicitar os exames necessários, que ajudarão a identificar qual o tipo de jejum mais indicado para o seu caso, porquê temos o jejum intermitente emagrece em curto prazo e ao longo prazo, vai de cada forma de fazer.

.

jejum emagrecer

Confira abaixo detalhes dos 3 protocolos de jejum intermitente mais comuns:

1 – Jejum de 12 horas

Essa opção de jejum intermitente é a mais comum. Nela, o indivíduo deve ficar metade do dia, ou seja, 12 horas, em jejum. Sendo que as 8 horas indicadas de sono já estão inclusas nessas 12 horas totais. No jejum de 12 horas, a recomendação é de que a pessoa faça, ao longo do dia, 3 refeições.

2 – Jejum de 16 horas – Sistema Leangains

Esse método de jejum intermitente foi criado pelo sueco Martin Berkhan, e sugere que a pessoa fique 16 horas de jejum. Durante as demais 8 horas restantes do dia, ou seja, nas janelas de alimentação, ele pode fazer de 2 a 3 refeições. E quem escolhe o momento ideal para a janela de alimentação é o próprio indivíduo.

3 – Coma – Pare – Coma

Nesse método de jejum intermitente, a pessoa pode escolher um ou dois dias durante a semana, para ficar sem se alimentar por um período de 24 horas. Dessa forma, o indivíduo deve fazer uma refeição, e só comer novamente na mesma hora do dia seguinte. É um método mais difícil. Vale ressaltar que é muito importante consumir, antes do jejum, alimentos ricos em fibras, que aumentam a sensação de saciedade.

Além desses 3 protocolos acima, que são os mais comuns, qualquer outro método de jejum intermitente leva o indivíduo a comer somente quando ele realmente está sentindo fome.

No entanto, isso será possível somente se, antes de começar o jejum, a pessoa consumir alimentos que tenham um elevado poder de saciedade, que sejam ricos em proteínas e fibras.

Os grãos integrais também são muito indicados, assim como as frutas com casca, verduras e legumes.

jejum para emagrecer

Esse método não tem nenhuma eficácia para aquelas pessoas que consomem muito carboidrato simples, ou que ficam beliscando a todo momento, sem saber diferenciar o que é fome de verdade, do que não é.

Pilares do Jejum Intermitente Fixos

Seja qual for o protocolo de jejum intermitente escolhido, existem alguns pilares que são fixos em todos eles. São eles:

  • Janelas de alimentação: elas podem ser de algumas horas durante o dia, ou de um dia inteiro.
  • Consumo de líquidos durante o jejum, sem calorias, como água, chá e café sem açúcar.
  • Não consumir alimentos que tenham muitas calorias, como é o caso de certos suplementos, por exemplo, como o Whey Protein.
  • Consumir alimentos ricos em fibras.